10 de dez de 2014

Hm...


Hoje, eu escrevendo o e-mail diário para a minha amiga (sim, tenho uma amiga em que troco e-mail todos os dias e, às vezes, até dois!) e comecei a pensar em algo...

Esse negócio de submissão, nunca gostei, Desde que era criança. Lembro que quando era criança/ adolescente, minha mãe falava que ao casar, a mulher deve ser submissa. E eu falava que então não queria casar! Sim, era bem desse jeito mesmo.
Não gosto, mas nada contra quem gosta ou é submissa, ok?!

Depois que apareceu esse meu lado que eu não conhecia, vi que eu gosto mais é de cuidar. Ao contrário da maioria das mulheres que querem ser cuidadas pelo homem e tal, eu sou mais cuidar. Claro que eu também quero ser cuidada, mas acho que prefiro o contrário, Prefiro eu fazer pra ele e por ele. E na verdade, nem ajo intencionalmente, acaba meio que sendo por instinto.

No relacionamento que tive, eu gostava de sempre ter tudo em mãos para que ele sempre se sentisse confortável, se sentisse bem. Não pelo fato dele ser bem mais novo, até porque não queria cuidar dele como se fosse mãe. Sei lá, eu senti que ele meio que "necessitava" de carinho, ele era meio carente e eu gostava de fazer o que fazia. Tomar decisões por nós, sempre ter tudo na bolsa, desde uma caneta, um remédio, até um lenço de papel.

Se isso é bom ou ruim, eu não sei, só sei que esse é meu instinto! ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário