22 de nov de 2014

Ainda te Espero


Tem um blog que eu sempre leio, o Entenda osHomens, tem uns textos bem legais e interessantes de vários colunistas, fora os vídeos do dono do blog, o Frederico Elboni, autor do livro “Um Sorriso ou Dois”. E eis que ontem, li um texto que bateu de frente comigo! Aliás, todos os textos dessa colunista me identifico. Parece até que ela está me observando xD

E então, depois de ler o texto em questão, me inspirou e escrevi esse texto a seguir:

"O que me dá mais raiva disso tudo é que não consigo sentir raiva de você e isso faz com que eu sinta raiva de mim por ser tão idiota...

Sempre me pego pensando no que aconteceu, nos momentos ótimos que passamos, tudo que foi dito e sentido. Fico pensando se tudo que você me proporcionava, eu também proporcionava para você. Se todas as sensações que eu sentia, você sentia também.

Às vezes parece que tudo foi um sonho, devido a intensidade e rapidez que tudo aconteceu. Foi apenas 2 meses, mas parece que foi bem mais.

Mas e aí? E agora? Fico pensando pra onde foi tudo aquilo... Como algo pode ter acabado? Ou pior, um “fim” não terminado de verdade.

Estou tentando caminhar para o desapego, mas está sendo difícil. Ainda mais pelos sonhos estranhos que tenho tido. Não quero ficar lembrando dos sonhos, mas alguns estão sendo tão realistas que não tem como não lembrar.

Querendo ou não, você vai ficar marcado para sempre. Sou idiota em ficar lembrando do passado, querendo reviver o passado, me humilhando para você. Preciso de mais amor próprio.

Não sei bem o que é, se é pelo simples fato de você ter sido o primeiro homem a, realmente, me tratar bem. Por você ter sido o primeiro a corresponder meus sentimentos e superar minhas expectativas. Por ter sido meu primeiro homem... Só sei que algo muito grande me prende. Falta de amor próprio? Talvez... Mas sei que tem algo que ainda preciso decifrar...


Eu sei que estou me machucando sozinha nisso, mas enquanto tiver uma pontinha de esperança, vou acreditar. Boba, insegura... Eu sei..."

E aí? =x 

Fui doidona o suficiente para mandar isso para o Fred e para colunista! Não sei se eles lerão, mas enfim =)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como Pode?

Uma vez estava conversando com uma amiga, falando das coisas que estava passando com o coiso (sim, sempre vou me referir a ele desse j...