13 de set de 2014

Não leve tão a sério....



Tem pessoas que confundem o "Não levar a vida tão a sério" com "Vamos levar tudo na zoeira". Não, as coisas são bem diferentes.

Eu já levei a vida muito a sério e, confesso, que não me sentia tão bem como me sinto agora. Eu tinha/ tenho sérios problemas, queria ser perfeita. Por mais que eu saiba que pessoas perfeitas não existam, eu queria ser. Eu tenho o jeito e o pensamento todo certinho e isso eu não vou mudar, mas eu tinha o costume de reparar demais nas pessoas, tinha medo de fazer merda e errar e eu não me admitia errar! Queria ser perfeita...

Isso quase me deixava louca, me sentia presa e achava que todo mundo reparava em mim como eu reparava nos outros. Deixava de usar certas roupas porque achava que as outras poderiam me achar ridícula, meio que me escondia por "medo".

Depois de um tempo, comecei a perceber que estava perdendo tempo da vida! Perdendo tempo e chance de ser feliz! Eu tenho apenas que admitir isso que eu sou para o mundo e pronto! Gosta de mim quem quer, ninguém é obrigado a gostar de mim assim como não sou obrigada a agradar todo mundo. Só para constar: eu NUNCA fiz questão de agradar a todos, tá?! xD
Continuando, comecei a usar as roupas que eu queria, mesmo que as minhas pernas tenham algumas cicatrizes e manchas decorrente de machucados e coceiras (minha pele é delicada, qualquer coisa deixa marca!), uso saia quando bem entendo. Não me visto bem para aparecer para os outros, me visto bem para eu me sentir bem, me sentir bonita.

Por isso comecei a levar o "Não leve a vida tão a sério", comigo e tento passar isso. Sim, mantenho as minhas responsabilidades, mas não penso só em trabalho, dinheiro, sucesso (apesar de nunca ter pensado assim xD).

O que eu quero agora é alguém. Já sou feliz sozinha, agora só quero um complemento pra minha felicidade. Espero encontrar logo =)

Nenhum comentário:

Postar um comentário