13 de jul de 2014

Personalidade


Olá! Tudo bem? Ehe, acho que nunca comecei um post assim!

Então, eu estava assistindo aos vídeos de um rapaz, achei super por acaso no Youtube e agora estou assistindo sempre. Se quiserem assistir é o EU FICO LOKO , super recomendo ^^v
Tá, voltando ao assunto, assisti sobre personalidade e super concordei com tudo que ele falou. Claro que os estereótipos que ele usou são outros, mas no final é tudo a mesma coisa xD

Todos nós na adolescência tendemos a querer ser o que não somos. Sim, TODOS nós! Não vem querer tirar o seu da reta não porque até eu que sou mais boba já quis fingir o que não sou, principalmente quando o assunto era o sexo oposto. Eu já tentei fazer parte das populares, logicamente não deu certo, nunca que eu seria popular. Tentei ser um monte de coisa, até semi-piriguete. Sério. Tenho vergonha dessa fase... Durou pouco, claro, afinal, isso sai totalmente dos meus padrões, dos meus ideais, dos meus princípios. Sim, por mais que eu tenha sido uma idiota tentando ser o que não sou, eu sempre mantive meus princípios.

Muitos adolescentes tentam ser o que não são porque não sabem o que são. Outros tem o mesmo "problema" que eu tive... Eu sempre soube quem eu sou, mas achava que não seria aceita na sociedade. Sim, essa coisa linda chamada sociedade. Aquela que muitas vezes quer nos impor coisas ridículas e se não acatamos somos chamados de estranhos. Ah, antes que me perguntem: eu não concordo com muita coisa imposta pela mídia e pela sociedade.

Voltando xD Eu sempre tive a personalidade forte, apesar de ter tentado ser muita coisa, nunca fui Maria vai com as outras, nunca. Nunca fiz nada que não tivesse vontade, assim como nunca falei que gostava ou fiz algo só para agradar. Isso mantenho até hoje, então fica a dica: seu eu falei pra você que gostei, é porque realmente gostei, ok?! =)

A minha personalidade é muito diferente da dos meus irmãos e minha mãe percebeu isso desde que nasci. Não é exagero. Segundo ela, dá pra saber! Até meu tio soube! Explicar: a família Kudo, que é a parte da minha mãe, todos tem o temperamento muito forte, então, segundo minha mãe, quando eu nasci e meu tio me pegou no colo, falou "Essa é uma Kudo". E eis que ele acertou xD

Eu achava que ninguém me aceitaria se eu fosse quem sou. Se eu agisse como ajo. Dificilmente dava minha opinião em algum assunto com medo do que as pessoas iam achar de mim por, às vezes, ser diferente da maioria. Até hoje, nem sempre exponho minha opinião, principalmente, em assuntos polêmicos para não criar intriga. No Facebook principalmente, nessa internet linda onde todo mundo é pseudo-intelectual retardado que só enche linguiça com várias palavras bonitas que não usa no dia a dia e que no final de tudo nem falou nada.

Enfim, depois que fiz um negócio chamado treinamento para líderes, mudei meu jeito de pensar e passei a ser realmente eu! Bom, tá, eu já estava sendo eu, mas não totalmente. Tomei mais coragem para eu ser eu. Eu sou isso e pronto! Gostou, ótimo! Não gostou... O que posso fazer? xD

Ninguém é igual ninguém! Somos todos diferentes! Deus nos fez assim! Você pode tentar ser como tal pessoa, mas jamais será como ela! Você será apenas uma cópia fracassada e infeliz! Sim, infeliz por estar guardando o seu eu, aquele eu que Deus fez!

Ainda que adolescente ser assim, eu entendo, mas, infelizmente, muitos adultos ainda fingem ser o que não sou. Muitos chegam na fase adulta e ainda não tem identidade e por isso ficam com inveja de quem já tem e usa o artifício de rebaixar para conseguir se manter por cima e assim fingir que é algo.

Já tentaram me rebaixar sim, eu besta, nem me ligava no que a pessoa estava fazendo. Eu contava algo legal que estava planejando ou qualquer outra coisa e a pessoa fazia questão de cortar meu barato e eu ia relevando mesmo estando incomodada com aquilo. É, nunca me deixei abater, mas incomodava bastante. E eis que um dia conversando com uma amiga, ela me falou que provavelmente essa pessoa sentia inveja de mim porque eu sou autêntica, tenho identidade e não sou, e nunca fui, uma bonequinha moldada pelos pais.

Então pessoas, no que eu quero chegar é o seguinte: seja você SEMPRE! Não se importe com o que a sociedade vai pensar, como a sociedade vai te olhar, não. Seja você! E o mais importante: mantenha seus princípios sempre intactos! Nunca vá contra os seus princípios. Mesmo que zombem dos seus princípios, não mude só para tentar se encaixar na sociedade.

Lembre-se: você NUNCA vai agradar todo mundo, então siga aquilo que você acredita, seja o que você realmente é e seja feliz!! =)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como Pode?

Uma vez estava conversando com uma amiga, falando das coisas que estava passando com o coiso (sim, sempre vou me referir a ele desse j...