7 de dez de 2015

Eu e o Feminismo



Quando vejo postagens antigas, sinto vergonha por ter pensado e escrito aquilo! E isso é bom, porque me mostra o quanto evoluí! Vergonha por ter sido biscoiteira! Hahahahaha mas, né? Acontece. Acho que quando entramos no movimento, a maioria é lib e depois se encaixa em outra vertente ou não.

O feminismo tem me feito tão bem. Tenho aprendido tanta coisa boa, desconstruindo imposições sociais das quais nem nos damos conta que fora imposto. E ontem, tive uma prova concreta de que desconstruí algo bem grande e fiquei feliz *-* Fiquei bem feliz, mas não preciso expor aqui.

Sou feminista e assumo abertamente, mas não, não acho que sou a verdade absoluta. Ninguém é. Lógico que você tem todo o direito de achar que estou errada e não concordar com meus argumentos, só peço que não me ofenda e nem distorça o que falo.

Muitas pessoas tem a mania de dizer que feministas não aceitam "opiniões" diferentes, sendo que, o que não aceitamos é preconceito enraizado disfarçado de "minha opinião". Quando rebatemos, pacificamente, com argumentos válidos, as pessoas (em sua maioria homem) começam com agressão verbal e ofensas, dizendo que não temos argumentos (ou como aconteceu esses dias em que um guri falou que eu e uma amigas somos feministas porque somos feias. Daí se vê a maturidade da criatura), que não temos o que fazer, que somos feministas de internet e blá, blá, blá. Ah, sem esquecer os comentários clássicos: "Falta de louça pra lavar" e "Isso é falta de r***", como se homem fosse o centro da Terra e r*** fosse a resolução de todos os problemas. Continuamos a argumentar e sem encontrar uma saída, o que essas pessoas fazem? Tiram print, expõe e ridiculariza as feministas! Daí dica a pergunta: quem é que não tem o que fazer, mesmo? Aliás, qual a finalidade de expor, ridicularizar e fazer cyberbullying com as pessoas? Faz bem para o ego fraco? Jamais entenderei...

Por falar em feminismo de internet... Quem fala que isso não tem serventia de nada, muito se engana! Eu desconstruí e desconstruí amigas pela internet! Aliás, fiz amigas com base nas problematizações! Aprendendo e ensinando. Muitas mulheres fizeram denúncias graças as hashtags que foram inventadas do #meuprimeiroassedio e #meuamigosecreto (que infelizmente, teve homem brincando com os dois e mulher atacando mulher com a segunda hashtag). Acho totalmente errôneo julgar a pessoa como feminista de internet sem saber NADA da pessoa. Eu já fui chamada disso e só eu sei o que tenho que encarar no meu dia-a-dia. Só eu sei o quanto é irritante, se recusarem a aceitar minha voz e pedir pra falar com o "homem da casa".

Sou feminista e com muito orgulho! Meu lema é desconstruir e aprender todos os dias! É lutar todos os dias!

Um comentário:

Como Pode?

Uma vez estava conversando com uma amiga, falando das coisas que estava passando com o coiso (sim, sempre vou me referir a ele desse j...