4 de ago de 2014

Hm...




Uma coisa que eu sempre questiono e fico até com raiva na verdade é o padrão de beleza imposto pela mídia.

O bonito agora é ter a barriga zero. Você só vai conseguir um namorado se for magra. Você só vai ser bonita se for magra. Só vai conseguir alguma coisa se for magra...

NÃO, CARA! NÃO!

 Sério. Isso está cada vez mais bizarro, cada vez mais doentio! Está tão doentio que hoje em dia, usar manequim 44 já é considerado plus-size. Como assim, cara? 44 plus-size? Nunca! Se continuar assim, logo serei considerada plus-size e eu uso manequim 38/40 (sim, algumas calças jeans preciso comprar 40). Até pouco tempo atrás eu era considerada magra, agora já não sei mais! Sou o que? Meio termo?

Me dá raiva esse tipo de coisa! Tá, confesso que eu já quis ser mais magra, achava bonito ser mais magra, mas nunca falei que só é bonito quem é magro. Até porque tem umas gordinhas que são mais bonitas que muitas magras por aí!
O que me dá raiva mesmo é quando dizem apenas pelo lado estético da coisa e não pela saúde. Mas falar, minha irmã já foi bem gordinha e nunca teve problema de saúde!

O problema maior dessa mídia é que tem muitas meninas cabeçudas que fazem de tudo para se encaixar nos padrões de beleza e no final nem são, realmente, felizes. Por que? Porque querem apenas se encaixar e não estão sendo como elas são. Não ficam satisfeitas com o que vêem no espelho e ficam sem comer, fazem dietas malucas sem a supervisão de um nutricionista, ficam obcecadas pela beleza.
Não estou criticando as pessoas que gostam de fazer dieta, vejam bem. Tem aquelas pessoas que gostam de sempre fazer dieta, beleza, mas façam com a supervisão de um profissional. Se quer manter a saúde em ordem, ótimo, mas não apenas pela obsessão da estética.

Eu nunca tive a auto-estima alta. Já sofri muito bullying por ser oriental, pela minha aparência mesmo, me escondia em roupas largas e sentia "inveja" das magrinhas, mas eu nunca me esforcei para tentar ser igual. Tá, vou confessar que já senti "raiva" de ser oriental, queria ser "como todo mundo", mas foi um breve tempo. Eu sempre, sempre mantive o pensamento que se alguém fosse gostar de mim, ia gostar do que eu sou e não da minha aparência. Sim, já houve um tempo em que eu, digamos, me enganava com esse pensamento. Sim, eu achava que nunca ia arranjar alguém, que nunca algum homem se interessaria por mim por mais que digam que ninguém fica sozinho no mundo. Depois de adulta, fixei mais esse pensamento e passei a ser eu mesma, com meu jeito tosco de ser. Posso não ser magrinha, não ter um corpo de Panicat (até porque essas mulheres recebem para manter o corpo daquele jeito), posso não agradar todo mundo, mas esse é meu jeito e eu não vou mudar só para todo mundo gostar de mim, até porque isso e impossível! Eu sou assim, mudo se achar que devo mudar, emagreço se acho que devo emagrecer, faço o que acho conveniente e não porque a mídia ou a sociedade está impondo ou querendo impor.

Por isso, jovens (falando assim parece que sou velha xD), façam aquilo que te faz feliz! Seja você mesmo, assuma o corpo que tem, não faça as coisas apenas para ser aceito pela sociedade, faça para ser feliz! Sei que na adolescência, isso é difícil porque queremos a todo custo fazer parte dos populares, queremos nos destacar de alguma forma ou mesmo chamar atenção do sexo oposto. Eu nunca quis me destacar na época escolar, em nada, mas já fingi ser algo que não sou só para tentar conquistar ou chamar atenção de alguém. Logicamente que não durava muito tempo porque eu cansava de fingir, fora que eu achava difícil xD E mesmo fingindo nunca consegui ninguém nessa época, então de nada adiantou.
Uma coisa, quando digo para ser você mesmo, digo para ser você de verdade e não essas p**** louca que sai xingando tudo e todos, sendo mal educado, se achando e se gabando dizendo que é autêntico quando, na verdade, está sendo um completo babaca!

Se eu me considero uma pessoa autêntica? Hm... Não sei... Não sei muito me definir, para falar a verdade. Eu sei quem sou, tenho identidade, não me deixo levar pelos outros. Talvez por isso que tem quem não goste de mim mesmo sem me conhecer... Mas juro que não sou de total desagradável xD Tá, não sou uma pessoa desagradável, mas tem quem se intimida comigo e eu não entendo por quê!

Mas é isso, gente, sejam felizes! Isso é o mais importante! Ser feliz! =)

Nenhum comentário:

Postar um comentário