23 de set de 2010

...


Como sempre, o título "super" criativo! É que eu não sabia que título colocar! xD
Então, vim me expôr aqui hoje... Eu gostaria de pedir sinceras desculpas para as pessoas que de alguma forma eu machuquei sem saber pelo meu jeito de ser. Gostaria também que soubessem que eu nunca falo nada por falar, nada falo para agradar. É sempre o que penso/sinto realmente, porque quando eu acho que algo não dará certo eu falo ou senão eu apenas fico quieta, nunca dou apoio por dar. Às vezes pode parecer que dou exemplos negativos, querendo tirar suas esperanças ou algo parecido, mas não é isso, jamais teria intenção de machucar alguém e outra, que direito eu teria de tirar os sonhos de alguém? Quando dou exemplos nem é pelo lado negativo é que muitas vezes não consigo me expressar e acabo dizendo bobagens e por vezes rude.

O jeito que sou hoje, ou pelo menos mostro ser, não é à toa eu tenho sérios motivos para ser assim. Meu mundo nunca foi cor de rosa, nunca pude me dar ao luxo de poder fazer uma grande festa de aniversário ou lista de Natal, mas também nunca me queixei dela, mesmo na época que passei mais dificuldade nunca praguejei dizendo coisas absurdas como "Preferia que Deus me levasse a estar passando essa dificuldade!". Não, sempre encarei ela como ela é e sempre me esforçando ao máximo. O que para muitas pessoas é normal pra mim não é. Quer um exemplo bem simple? Bicicleta. Isso mesmo, eu nunca tive bicicleta. Nem eu nem meus irmãos. Parece mentira né? Mas não é. Acredite quem quiser...

Mas o que me "fez" ser assim foi a época escolar. Ninguém sabe o que eu realmente passei desde o pré, mesmo minha mãe ficou sabendo de muitos fatos só ontem. Uma vez, no pré, um bando me pegou durante o recreio, me empurrou no formigueiro e ainda ficou me segurando e eu sou alérgica a formiga. Poucas pessoas acreditam nisso por isso que também nem saio contando. Durante o primário e ginásio eu sempre fui motivo de chacota por ser uma das únicas orientais da turma, sim estudei em escola pública. Por esse motivo, a única "arma" que encontrei foi começar a ser fechada e dura com as pessoas. Comecei a andar só na minha e comecei a ser curta e grossa, assim ninguém se aproximaria de mim e era exatamente isso que eu queria porque achei que assim me "protegeria" e assim vem sendo até hoje, a diferença é que hoje em dia faço isso sem perceber porque isso se tornou "normal".

Minha irmã disse que eu fiz errado na época em que sofri bulling pois estava só guardando isso dentro de mim e remoendo, sofrendo sozinha. Porque mesmo que nem desse em nada e só falassem "Ah é besteira, deixa pra lá!" pelo menos não ficaria dentro de mim. Tenho a péssima mania de guardar pra mim e tentar resolver sozinha porque não quero preocupar os outros, por isso expliquei que nunca falei nada porque não queria preocupar a minha mãe já que ela trabalhava demais e já estava com a cabeça cheia, então não queria encher ela com "bobeiras escolares". Minha irmã também falou que provavelmente eu teria me matado depois do "pequeno" acontecimento, mas provavelmente não seria cortando os pulsos e sim eu me trancaria em casa e ficaria sem comer e assim me matando aos poucos, justamente por guardar as coisas só pra mim.

Eu já não sonho como sonhava antes, já que tudo que já sonhei foi frustrado então agora só vou levando, então minha irmã falou que isso é errado pois estou "morta" por dentro.

Sempre me defini como uma pessoa fria e minha irmã falou que, realmente, tem horas que sou fria e negativa. E eu assumo isso. Mas ela falou também que não sou totalmente fria porque pessoas frias não gostam de crianças, animais e blábláblá. Um tempo eu até achei que meu coração era quase gelo já que me fechei totalmente e não me permiti me apaixonar.

Minha irmã me falou que eu apenas mostro o que eu acho ser e não o que realmente sou e que eu tenho que esquecer o que passou e ver o daqui pra frente porque se eu continuar sendo assim nunca darei brecha para alguém se aproximar de mim. Minha mãe também falou que eu tenho um bom coração, sou uma boa menina, mas eu só tenho que aprender a usufruir disso e demolir isso que "construi" para me "proteger" e começar a ser mais acessivel(?).

Bom é isso, espero conseguir voltar a ser a Yayoi de bem antes ^^


Mudando completamente de assunto, hoje foi dia de ver o J *-* Logo que cheguei lá eu o vi porque ele estava conversando com a menina do caixa, detalhe: esse menino fala pra caramba, toda vez que o vejo ele tá falando! xD Voltando, como ele estava de costas, então não me viu. Depois quando estava andando pelos corredores, quase trombei com tudo nele xD Quando fomos ao caixa, ele estava no caixa ao lado encaixotando uma reserva, trocamos olhares, mas quando ele começa a encarar muito eu desvio o olhar por vergonha u_u Quem encaixotou foi o R como sempre, mas depois ele foi lá ajudar só que ele usou um tipo de caixa que eu detesto =_=' Eu não olho tanto pra ele também porque eu tenho a impressão que o R olha pra ver se eu estou olhando pro J e vai saber o que eles ficam conversando depois que eu saio ... ¬__¬ Só que eu preciso parar com essa mania senão é capaz dele achar que sou esnobe/metida u_u

Tinha mais uma coisa que ia comentar, mas esqueci xDD

Off: Discutir com funcionária e depois ter que aguentar o mau humor desta é terrível >_<

4 comentários:

  1. Realmente...sem meias palavras....vc deve seguir os conselhos de sua família.

    Se vc se expôs, assumiu e considerou a idéia de "se abrir" é pq vc deve seguir adiante. Não mude da água pro vinho, vá gradativamente e qdo perceber, vc "abrirá" essas portas naturalmente, sem excessos, claro, pq ABRIR GERAL não dá! xDD

    Minha mãe diz: "verdade é que nem o elefante... incomoda muita gente", o que é verídico, não?
    O chato é que as vezes, pagamos caro por sermos sinceros ¬¬
    Não direi que é 'melhor isso' pq cada um sabe o que sofreu a respeito dessa situação mas antes isso do que viver na mentira pra no fim se tornar um hipócrita.

    <<<< mudando tbm e totalmente de assunto>>>>

    "J" fala fala fala mas falar com vc nem, né?
    Quem tem língua solta pede pra conversar e não só "falar" xDD
    E o "R" hein....mó "olhos e ouvidos" do outro! xD
    Esse lance de ele deduzir que vc pode ser esnobe/metida pq está olhando/desviando dele será a última coisa que ele irá fazer...
    bem capaz dele pensar que VC está "afim" dele!
    Éeéé....se não perguntar um preço qualquer pro "J" e puxar assunto....o tiro pode vir, a sair pela culatra! =D

    uhu...Isso dá fic, huh? xD

    ^^v

    ResponderExcluir
  2. Yah, até agora desde o momento que conheci vc não achei vc uma pessoa fria, vc fala verdades e da sua opinião, mas todos nós fazemos isso! Temos nossos proprio jeito de ser e as vezes vemos que as pessoas não gostam disse justamente por sermos nós e não igual a todo mundo!!

    Tbm sofri bulling na escola! é ma coisa horrivel, agora eu até sou mais popularzinha, mudei de cidade e parece que tudo mudou mas eu tbm criei barreiras pra me defender, tanto que ninguem gosta de mim antes de ter uma conversa longa comigo...Minhas duas melhores amigas me achavam com cara de antepatica e esnobe, mas depois que conhecem sabem que é mentira!

    O J é um bobão, ja deveria ter falado com vc na semana passada! Condordo com o post anterior, tente puxar um assunto, perguntar um preço, saber onde fica alguma mercadoria....
    suahsuashaushau

    ResponderExcluir
  3. XD ai, nao concordo com isso de ser fria! *beija* Eu já sofri com isso também e cheguei a me fechar e agir como você...

    Sabe esse negócio de nao querer preocupar os outros? Eu aprendi que preciso confiar na força que meus amigos podem me dar quando eu preciso e não subestimá-los. Por que se nao, eles vao fazer o mesmo com a gente...

    uù to ficando ansiosa pra conhecer esse J O_O

    ResponderExcluir